QUANDO VOCÊ DEIXOU OU DEIXA DE SER UMA COMPANHIA INTERRESSANTE PARA O SEU PARCEIRO (A)?

Quantas pessoas já não tem mais o desejo de voltar para casa. Você quantas vezes ao pensar em voltar para casa sentiu-se desanimado!? A presença do seu parceiro (a) já não lhes faz bem? A companhia dele (a), não é mais agradável?!
E como você e ele se posicionam na vida e se comportam diante dos obstáculos e dificuldades do dia a dia e principalmente no relacionamento conjugal?

Você paralisa, entra num estado de vitimização, passa a buscar de culpados ou você busca uma solução? Para sua saúde emocional, é preciso tomar consciência de que recorrência de situações que dão errado, nem sempre é simples fruto do acaso, do outro, do destino, do universo que está contra você, ou da vontade de Deus. Muitas situações acontecem como consequências de escolhas, atitudes e comportamentos displicentes.

Infelizmente e naturalmente o ser humano tende a buscar culpados. Desculpas! Sim, desculpas para justificar suas falhas, assim não precisam responsabilizar-se, nem fazer algo a respeito. Ou seja, enquanto existe um culpado eu não preciso mudar, nem buscar ajuda, nem olhar para dentro de mim e ainda posso me tornar chato para meu parceiro.

Para estes, cada ação com prejuízo emocional ou financeiro e até para a omissão, existe uma suposta situação que justifica. Quando lhe falta personagens, a culpa vai para Deus e até para seu arqui-inimigo e assim sempre tem alguém para eles se eximirem-se da responsabilidade, do reparo do dano. Desta forma não precisam olhar para si, nem buscar a transformação ou renovação da sua mente.
E quem mais perde com isso? Você! Você!

Infelizmente, elas não tem consciência de que a pessoa que mais perde ao se vitimar e não agir, é a própria vítima, pois além de limitar seus sonhos, fazer sofrer os que ama, ela afasta essas pessoas da sua vida e deixa de desfrutar o melhor da vida.


Muitas vezes, “É necessário que alguém lhes fale que ela está sendo negligente, reclamando demais, sendo omissa ou que está se vitimando e que isso não trará solução”. Ou seja, entrando num estado de dor, de não ação e que a prejudicará ainda mais, ao invés de buscar solução”.

E é com amor que estou aqui falando isso para você, não quero lhe trazer culpa, mas sim consciência. Se você entender que só você tem o poder e autonomia de transformar a sua vida, não vai mais precisar viver nesta escravidão emocional.

Afinal como falei, uma pessoa negativa, que só reclama e se vitimiza intoxica seus relacionamentos e afasta os amados da sua vida.


Os relacionamentos conjugais se desgastam e ficam desinteressantes. A presença da pessoa já não é mais desejada. Os filhos crescem limitados emocionais. Negativos, deprimidos e sem esperança.

Por quanto tempo você aguentaria alguém do seu lado, sempre reclamando, com dores, usando de sua doença para ganhar atenção ou justificar sua não ação, sua zona de conforto?

Se hoje, você estivesse solteiro e tivesse que escolher entre uma pessoa feliz e uma vitimada, infeliz, reclamona para namorar, qual você escolheria?

Então, torne-se atraente para seu parceiro! Comece buscando solução, conversando, resolvendo, se responsabilizando, sorrindo, sendo grato e buscando ajuda, assim você se tornará uma companhia agradável, positiva e que atrai.

Você já conhece a pesquisa feita no leito de morte da maioria dos enfermos em estado terminal nos hospitais?! E qual foi o maior arrependimento? O que eles fariam se tivessem mais algumas horas de vida? “Passar mais tempo com as pessoas que amo”.
Ou seja, por que não amei mais, não ri mais, não dancei mais, não perdoei mais.
Esse é o maior arrependimento deles, eu desejo que não seja o seu.

Torne-se agradável para seu parceiro e seus filhos, terem o prazer de voltar para casa.


https://www.instagram.com/p/CJbISXyAL9t/?utm_source=ig_web_copy_link

#viciosemocionais #relacionamentoabusivo #dependenciaemocional #relacionamentotoxico #precisorestaurameurelacionamento

Publicado por LUCIANA CONTERATTO

Desenvolvendo o melhor do SER humano. Resignificando feridas emocionais, fraturas emocionais da infância, reprogramando crenças limitantes e bloqueios emocionais, você atingirá plenitude em todas as áreas da sua vida. E quando você se cura, você Restaura seus Relacionamentos. A cura pelo amor da psicanálise, mais as poderosas ferramentas do Coaching Integral Sistêmico, PNL, desenvolvi um processo poderoso para restaurar, fortalecer, unir e gerar cumplicidade nos relacionamentos. LUCIANA CONTERATTO Gestora de Recursos Humanos; Psicanalista - Formação e Mestrado em Coach Integral Sistêmico; Analista de Perfil Comportamental; PNL. @restauracaoderelacionamentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: